Como se tornar um artista digital: dicas e visão geral

Como se tornar um artista digital

O artista digital é um profissional pouco conhecido, mas muito importante.

Como freelance e empreendedor estamos sempre em busca de carreiras e oportunidades de negócio, que nos ajude a trabalhar por conta própria e ganhar dinheiro.

O artista digital é um profissional muito requisitado no mundo digital.

Mas, quem é um artista digital, o que ele faz, o que é preciso para se tornar um artista digital e os softwares mais usados?

É sobre isso que queremos falar neste artigo.

História da Arte Digital

A arte digital surgiu há algumas décadas, mas sua história é tão cheia de mudanças radicais quanto a de outras artes, como a pintura e a escultura.

No pós-guerra, as artes contemporâneas passaram a ganhar força e, com o aparecimento dos primeiros computadores, artistas vanguardistas encontraram um novo espaço para se expressar e inovar.  

Entre os anos 60 e início dos anos 90, as artes tecnológicas se limitavam a meros experimentos realizados através de computadores pouco avançados.

No entanto, nas últimas décadas, com o advento da internet e os grandes progressos tecnológicos, a arte digital passou por um rápido processo de popularização, tornando-se acessível em larga escala.

Atualmente, esse mercado tem se expandido cada vez mais, fazendo com que a procura por novos talentos seja cada vez maior.

Mas o que é arte digital?

Existem várias maneiras de definir arte digital e este termo tem se tornado cada vez mais abrangente, porém podemos dizer que ela engloba toda e qualquer manifestação artística feita através de meios eletrônicos como computadores, tablets, smartphones.

Obviamente, saber usar as ferramentas (hardwares e sofwares) necessárias para executar essas aplicações artísticas não são suficiente para se tornar um artista digital de sucesso.

Também é preciso ter um olhar criativo e, obviamente, gostar muito de desenhar e pintar, antes de qualquer coisa.

Mas como iniciar essa carreira?

Continue lendo e você descobrirá como dar os primeiros passos rumo à arte digital.

Quais são os requisitos para me tornar um artista digital?

É importante mencionar que ter um diploma em Artes Visuais ou Design Gráfico, por exemplo, é considerado um grande diferencial num mercado tão competitivo, porém não é um pré-requisito.

Ter um bom computador/tablet/mesa digitalizadora e os mais recentes softwares é primordial, mas ter talento, criatividade, saber usar essas ferramentas com prática e habilidade e acompanhar as tendências no Brasil e no mundo também são fatores indispensáveis para quem quer se tornar um artista digital de sucesso.

Além disso, se você não é bom o suficiente com o lápis tradicional, não pense que o lápis digital ou um tablet sofisticado fará algum tipo de mágica – a maioria das habilidades artísticas requeridas para artistas tradicionais também são exigidas para quem quer trabalhar no setor digital.

Quais são os principais tipos de artes digitais existentes?

Desenho/ilustração – simulação da arte tradicional através de softwares específicos com o uso de técnicas de criação gráfica;

Pixel Art – criação de imagens através da manipulação individual de cores e pixels;

Modelagem 3D – criação de arquiteturas e esculturas digitais;

Animação digital – permite que modelos sejam animados em modelos 2D ou 3D;

Desenho vetorial – criação de imagens que podem ser facilmente aumentadas ou diminuídas, de acordo com o desejo do artista.

Dentre as possíveis carreiras relacionadas estão: modelador/animador 3D, artista de conceito, artista de storyboard, artista de cor/efeitos, ilustrador, designer de personagem, diretor de arte, entre muitas outras.

Cabe a você escolher sua área de especialização e entrar de cabeça, com muita energia e empenho.

Do contrário, se você estiver sempre mudando de área – passando de desenho realista para desenho animado, por exemplo – seu desenvolvimento profissional será cada vez mais lento e tortuoso, pois há muitos detalhes e técnicas a serem aperfeiçoadas neste âmbito.

Quais são os softwares mais usados pelos artistas digitais?

Existem inúmeros programas disponíveis atualmente e, obviamente, os softwares ideais para você vão depender, em última análise, da sua especialização, mas de maneira geral, os mais usados são os seguintes:

Photoshop – usado para edição, retoques e manipulação de imagens

– Adobe InDesign – usado para criar projetos para impressão

– Adobe Illustrator – usado para esboçar e desenhar imagens vetoriais

Procreate – para quem tem iPad Pro, é excelente para começar a trabalhar com arte digital de maneira rápida e fácil

– Blender e Maya – usados para modelagem 3D. O Blender é uma boa escolha, pois ele é open source e é gratuito.

– Krita: editor gráfico que usa camadas e pincéis. Suporta Windows, Linux e macOS, mas o que o diferencia é o fato de ser totalmente gratuito e de código aberto.

Além de dominar essas ferramentas, é importante ter conhecimentos básicos de marketing digital e estabelecer um sólido portfólio com trabalhos previamente realizados para aumentar suas chances de atrair e impressionar potenciais clientes.

Como posso aprender?

Caso você seja 100% iniciante e não tenha nenhum tipo de formação na área, o ideal é pegar um iPad com uma cópia de um programa como o Procriate ou Krita, por exemplo, e começar a explorá-lo e praticar/desenvolver suas artes com muita dedicação – mesmo que suas imagens pareçam péssimas a princípio, não desista, pois, em algum momento você vai pegar o jeito e elas vão melhorar.

Também é recomendável fazer cursos online (há vários na Udemy) e pesquisar tutoriais no YouTube para acelerar seu aprendizado e ajudar você a se familiarizar com o processo de criação de uma obra de arte digital.

Há vídeos gratuitos online de grandes nomes do setor em que eles dão dicas valiosas e que certamente lhe trarão a motivação e a inspiração necessárias para começar.

Qual é a diferença entre designer gráfico e artista digital?

Ainda existe muita confusão com relação a esse tema, e isso é totalmente compreensível.

Embora haja muitos pontos em comum entre as duas profissões, é importante esclarecer que o artista digital foca sempre na arte em primeiro lugar, já o designer gráfico se concentra primeiro em comunicar a mensagem usando diferentes recursos.

Um designer gráfico geralmente trabalha com publicidade ou para agências que criam layouts e suas funções giram em torno de criar anúncios, projetos impressos, boletins informativos etc.

E quem emprega os artistas digitais?

Os artistas digitais podem conseguir trabalhos em uma ampla variedade de organizações como freelancer, colaborador ou funcionário.

Aqui estão alguns exemplos:

• Produtoras de cinema e televisão;

• Empresas desenvolvedoras de videogame;

• Clientes privados que procuram contratar freelancers para pequenos jobs;

• Organizações com ou sem fins lucrativos, com o objetivo de criar materiais de comunicação interna, branding, campanhas etc.

• Pequenas, médias e grandes empresas de diversos setores com o objetivo de criar a identidade visual da marca.

Conclusão

A melhor dica para quem aspira se tornar um artista digital de sucesso é: invista numa base educacional sólida e num excelente portfólio.

Ter equipamentos de ponta e os melhores programas à disposição é muito útil, mas não é o bastante: a qualidade da sua arte dependerá de um misto de bagagem, conhecimentos técnicos e, fundamentalmente, de talento. 

Por mais clichê que isso possa soar, assim como acontece em qualquer outra arte, as ferramentas não fazem o artista – é a prática que leva à perfeição.

Um último e importante conselho: não se desespere achando que suas obras iniciais não são boas e que você nunca conseguirá alcançar o nível artístico desejado – é importante evitar a autossabotagem e a síndrome do impostor, tão comuns a artistas.

Mesmo que você já tenha prática com arte manual e decida migrar para a digital, essa transição pode levar tempo, pois há muitos detalhes e técnicas a serem aprendidas e aprimoradas.

Além do mais, é importante lembrar que ninguém chega à perfeição na primeira tentativa.

Portanto, tenha paciência e divirta-se durante o processo – assim você certamente vai conseguir chegar lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *